Os consumidores do Ceará poderão ter um aumento na conta de luz a partir do primeiro semestre deste ano.  A medida foi proposta pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).  De acordo com a agência, o objetivo é manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos. Para os cearenses, assim como o restante do país, a conta de luz é uma das principais preocupações já que ela tem sofrido aumento constante nos últimos anos. 

Para compreender o que significa este aumento, é preciso entender bem como ele irá ocorrer, os motivos da proposta da Eneel e como evitar ter uma conta muito salgada. Entenda a proposta da Aneel, como fazer com sua conta e descubra a energia solar. Ela pode ser a saída para quem busca diminuir sua conta e sua pegada ecológica. Buscar formas alternativas de energia pode ajudar você a escapar das contas enormes.

Aneel propõe aumentar a tarifa da Enel no ceará

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs, no inicio deste ano, um reajuste nas tarifas da Enel. O reajuste proposto pela agência é de 11,62% nas tarifas da Enel Ceará, antiga Coelce.  A Aneel informou que na proposta foi estipulado que os consumidores conectados à alta tensão teriam um aumento de 12,23%, em sua conta. Já os  de baixa tensão, teriam um aumento de 11,39%.  Conforme a agência, as novas tarifas devem vigorar a partir de 22 de abril.

Este aumento ainda está sendo estudo e a proposta ficará aberta em audiência pública entre os dias 23 de janeiro e 11 de março. De acordo com informações da agência, haverá audiência pública presencial em Fortaleza no dia 14 de fevereiro.

O aumento, segundo a autarquia seria parte do quinto ciclo de revisão tarifária da distribuidora.  A Aneel explica que este processo é realizado de quatro em quatro anos pela agência com o objetivo de manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos.

A Aneel ainda divulgou uma nota onde esclareceu que cerca de 78% da receita total em discussão é destinada a cobrir os custos de transmissão, compra de energia, encargos setoriais e impostos. Na nota, a entidade explicou que “esses fatores são definidos por lei e regulamentação, não se referem à atividade de distribuição”. A Aneel ainda destacou que “a Enel Distribuição Ceará é mera arrecadadora destes valores, por meio da tarifa, e os repassa às empresas de geração, transmissão e ao Governo”.

No comunicado emitido neste mês de janeiro, a Aneel ainda afirmou que 22% da receita correspondem à parcela destinada à empresa para cobrir os custos da atividade de distribuição de energia, tais como operação, expansão e manutenção da rede de energia.  Segundo a agência, “É importante frisar e reiterar o compromisso da Enel com os investimentos necessários para atender a melhoria da qualidade do serviço de distribuição de energia elétrica no estado de Ceará”, informa a companhia. 

A Aneel ainda declarou que este reajuste se deve, majoritariamente, “a fatores externos não gerenciados pela distribuidora, como custo de compra energia e encargos setoriais”. Estes porcentuais, segundo a nota emitida pela agência, poderão sofrer atualizações até a aprovação em definitivo pelo órgão regulador.

Saiba como a energia solar pode tornar sua conta menos salgada e o planeta mais saudável

 Como a conta pode aumentar, é hora de buscar alternativas para economizar. Por que não aproveitar e utilizar uma fonte de energia renovável e ecologicamente correta?  Uma das fontes de energias mais baratas em longo prazo é a energia solar.  

A energia solar, que é captada através de diferentes tecnologias, utiliza a luz do sol para produzir diversas formas de energia. Os especialistas consideram este modo de captação de energia um dos mais sustentáveis e um dos mais compensatórios. Para se ter uma ideia,  o Sol produz 4 milhões de vezes mais energia do que consumimos em um ano.

Atualmente o investimento médio para a obtenção de um bom sistema de abastecimento solar é de 30 mil reais. Este investimento pode ser recuperado entre 4 e 6 anos. Além disso, o equipamento que transforma a luz solar em energia pode durar até 30 anos. Embora a instalação seja cara, ela pode reduzir sua conta de luz em até 95% em pouco tempo.

A energia solar reduz as emissões de fases de efeito estufa e possui uma grande capacidade de renovação. Por ser limpa e renovável, ela possui impacto ambiental mínimo. Por não produzir nenhum tipo de lixo como a energia nuclear, não emitir nenhum gás poluente como o carvão ou ainda ter um impacto para a instalação como as hidroelétricas ela é considerada uma das melhores formas de captação de energia existente.

Energia soltar pode auxiliar o Brasil a reduzir as emissões de Carbono

Por ser uma energia 100% limpa, ela poderia ser uma opção para o país reduzir sua emissão de carbono.  O Brasil tem uma meta de redução desafiadora pela frente.  Com acordo de Paris, ficou estipulado que até 2025 as emissões de gases de efeito estufa devem ser reduzidas a 37% em relação a 2005, ano em que o país emitiu aproximadamente 2,1 bilhões de toneladas de gás carbônico (CO2). Buscar formas de energia renováveis, como a energia solar, é uma maneira de atingir esta meta.

  Além do aspecto econômico ela é ideal para o meio ambiente, pois possui uma grande capacidade de renovação, auxilia no aquecimento da água do próprio local onde irá ser utilizada e necessita de manutenção mínima. A energia solar também não exige grandes logísticas para ser instalada.  Ela ocupa pouco espaço e pode ajudar a levar energia para áreas remotas. Isto facilitaria muito quando se trata de programas do governo como o “luz para todos” e outras iniciativas que procurem levar eletricidade para populações que ainda não têm acesso.

 A tecnologia também tem tornado esse tipo de captação de energia uma das melhores opções para o país. Os painéis solares são  cada dia mais potentes. Seu custo, um dos maiores problemas para a implantação da energia solar, tem ficado cada vez mais baixo.

Para um estado como o Ceará, que recebe luz do sol constantemente, esta pode ser uma boa maneira de produzir energia.  Sua conta e o futuro do Brasil agradecem!

Não fique se preocupando com o aumento da conta de luz. Invista no sistema de energia solar. Além de diminuir os custos, vai valorizar o seu imóvel.

O primeiro passo para solicitar um orçamento para instalação dos equipamentos é procurar uma empresa especializada. Para saber mais sobre projetos de energias sustentáveis e possibilidades de linhas de financiamento não deixe de escrever. Gostou e quer receber em primeira mão mais conteúdos como esse? Cadastre-se em nossa newsletter!