Energia solar é a escolha da vez! E não podemos fugir dessa realidade. É que a energia solar superou a energia eólica na agenda de leilão A-4 que tem como objetivo aumentar a oferta de eletricidade no País a partir de 2023.

Este leilão voltado apenas para as fontes renováveis deve ocorrer no dia 28 de junho de 2019, e possui 1.581 projetos cadastrados pela Empresa de Pesquisa de Energética (EPE), ou 51,2 gigawatts (GW) de capacidade instalada.

Veja abaixo como ficou os números de cadastro para o leilão:

1.Energia solar fotovoltaica – 751 projetos, com capacidade instalada total de 26,2 GW;

2.Energia eólica – 751 projetos, com capacidade instalada de 23,1 GW;

3.Termelétricas a biomassa – 19 projetos e 1 GW de potência;

4.Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) – 44 projetos de somando 606 megawatts (MW);

5.4 Hidrelétricas, com total de 164 MW;

6.12 Centrais Geradoras Hidrelétricas (CGH), com 32 MW.

Este quadro mostra claramente o quão é grande a oferta de projetos voltados para a energia solar. Já em relação aos Estados com maior número de projetos apresentados temos:

– Bahia: é o Estado com maior número de projetos, tantos fotovoltaicos como eólicos, com cadastro de 193 e 260, respectivamente;

–  Rio Grande do Norte: são 124 projetos de energia solar e 181 de energia eólica;

– Piauí: conta 178 projetos de energia solar e 80 de energia eólica.

Todos os projetos cadastrados serão posteriormente avaliados se podem realmente participar do leilão.

Na oportunidade serão avaliados alguns critérios, como a licença ambiental e as linhas de transmissão possíveis de conexão dos empreendimentos. Por sua vez, os contratos que serão vencedores assinarão o contrato da venda da produção futura de energia elétrica de suas usinas por 30 anos.

Já o início do fornecimento da produção de energia elétrica renovável desse leilão está programado para 2023. Na última edição do leilão ano passado, a energia fotovoltaica representou ampla maioria das contratações, com mais de 800 MW de capacidade instalada contratada.

Quero energia solar agora!

O aumento da procura da energia é grande, e com ele torna-se oportuno procurar uma empresa especializada para garantir a sua instalação. Aliado aos financiamentos voltados para essa área, vale a pena o seu investimento.

Os dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mostram o quanto a energia solar tem crescido.

É que a geração distribuída de fonte solar fotovoltaica atingiu a potência instalada de 538 MW, com 52.397 conexões fotovoltaicas em residências, empresas, prédios e propriedades rurais por todo o País. Estes dados foram divulgados em janeiro deste ano.

O primeiro passo para solicitar um orçamento para instalação dos equipamentos é procurar uma empresa especializada. Para saber mais sobre projetos de energias sustentáveis e possibilidades de linhas de financiamento não deixe de escrever. 

Gostou e quer receber em primeira mão mais conteúdos como esse? Cadastre-se em nossa newsletter! Entre em contato conosco da Suntech e peça já o seu orçamento de sistema fotovoltaico.